Espetáculo ALEGRE e FORTE – Projeto Música nas Comunidades – ANO 16

A alegria que transborda do palco, é a soma de muitas forças. Força que mantém

uma orquestra, força que inspira compositores, força que faz soar instrumentos,

força que emite a voz, força da arte e da música, e a força do aplauso que

alimenta a alma do artista.

Esta é a força na qual acreditamos, a que cria e reúne, que abraça e alegra.

Por isso, tu és a força que move o espetáculo e nós somos a alegria que fortalece

os teus laços com a arte.

E assim, juntos, somos mais Alegres e Fortes!

A ORQUESTRA EINTRACHT: Com 29 anos de atuação, e com 16 edições do

projeto “Música nas Comunidades”, nas quais foram realizados 91 concertos,

com público em torno de 83 mil espectadores, com média de 954 pessoas por

evento. Sempre com entrada franca, a Eintracht apresenta espetáculos

inovadores e populares, com mais de 50 parceiros músicos, atores e dançarinos,

formando novas plateias. A doação espontânea de alimentos representa uma

arrecadação de cerca de 34 toneladas de donativos. Além disso, o produto

secundário, formação de plateia, alcançou escolas, projetos sociais, jovens de

diferentes faixas etárias que recebem oficinas e assistem aos concertos.

REGÊNCIA: Ademir Schmidt – natural de Novo Hamburgo, formado pela escola

de música da Ospa, e bacharel em Flauta Transversal pela UFRGS. Atualmente

é professor da classe de Flauta Transversal no Colégio Sinodal de São Leopoldo,

no Instituto de Educação Ivoti (Ascarte). É regente da Orquestra de Sopros Ivoti

e da Orquestra Jovem do IPDAE, onde também é professor de Flauta

Transversal, teoria e percepção musical. Participa da Orquestra Eintracht desde

1996 como 1º flautista e coordenador de naipe, assumindo a regência em 2014.

DIREÇÃO e ILUMINAÇÃO: Fernando Ochôa – Diretor e iluminador do

espetáculo, também atua profissionalmente como ator, dublador e designer.

Bacharel em Direção Teatral pela UFRGS. Alterna trabalhos artísticos para

teatro, ópera, dança, orquestras, shows musicais e exposições. Pós-graduado

em Iluminação pelo IPOG. Prêmio Açorianos Melhor Iluminação: (1999), por “As

Traças da Paixão”, (2003) por “A Força do Hábito” , (2006) por “Larvárias” e

(2012) por “Padre Landell – o padre inventor” e “Sr. Kolpert”. (2016) por “O

Método”. Prêmio Braskem Em Cena (2015) “As 4 Direções do Céu”. Prêmio

Tibicuera Melhor Iluminação: (1999) por “O Menino Maluquinho 2000”, (2001)

por “Do Outro Lado da Cerca”, (2005) por “Pé de Sapato”, (2006) por “A

Tempestade e os Mistérios da Ilha”. Prêmio Tibicuera Melhor Direção: (2001) por

“Do Outro Lado da Cerca”.

50 TONS DE PRETAS: Com cinco anos de existência, a banda 50 Tons de

Pretas já acumula um repertório de músicas e representatividade tão diverso e

impactante que parece já existir há muito mais tempo. É uma força que

transcende a própria obra. Formada por Dejeane Arruée (vocal, trombone) e

Graziela Pires (vocal). Em 2022 preparam a circulação do novo espetáculo TIRA

O TEU RACISMO DO CAMINHO, lançado em 2021, e que já passou pelo Teatro

da Santa Casa e Theatro São Pedro. Em 2021 foram premiadas com três troféus

no prêmio Açorianos de música pelo disco VOA nas categorias: MELHOR

ÁLBUM, MELHOR INTÉRPRETE E MELHOR COMPOSITORAS, lançaram o EP

ENTÃO VEM, foram premiadas no Festival Nacional de Itabirito /MG com a

canção HOJE EU NÃO VOU, foram selecionadas no Festival Cinema Negro pelo

clipe de TRANÇAS e estrearam o espetáculo TIRA O TEU RACISMO DO

CAMINHO com direção e roteiro assinado pelas pretas. Em 2020 foram

indicadas no Festival Internacional de Cinema de Los Angeles (LAMV) com o

clipe do single DINHEIRO, ganharam 02 troféus em Festivais Nacionais de

Cinema com clipes dos Singles TRANÇAS E DINHEIRO e lançaram de forma

independente seu primeiro disco autoral VOA. Em 2019, elas conquistaram 3

troféus Nacionais com seus sons autorais e foram indicadas ao Prêmio

Açorianos de Música na categoria Melhor Espetáculo em 2019. Em 2018 elas

circularam espetáculo A MAIS PURA VERDADE por mais de 15 cidades do

estado do RS. Vencedoras do prêmio Profissional da Música 2023, nas

categorias Melhor Banda MPB do Sul e Uma Sinfonia Diferente RS, Melhor

Espetáculo infantil do Brasil.

ALÉM DOS MUROS: Com Diego Ignácio e Wesley Sales criadores do Projeto

RAPensando a Educação, realizado na Escola Borges de Medeiros, em Campo

Bom, que deu origem a um festival, um documentário e um CD com composições

dos alunos. No Projeto foram trabalhadas a expressão, a linguagem e a escrita

por meio dos versos de Rap, e os cinco pilares do movimento Hip Hop, a dança,

o grafite, a música mixada pelo DJ e os versos do Rap, e o quinto pilar, que é o

conhecimento.

TRIDECANTO, com Gabriel Danette, Roberta Chaves e Wesley Albernaz, grupo

iniciado em 2017. Atentos à diversidade e a parcerias ecléticas, desenvolvem

um trabalho autoral, que conta com mais de 15 composições, que resultaram no

nos álbuns, “visão” e “Cosmo”, que será lançado em breve.

ENTRADA FRANCA

FICHA TÉCNICA

Regência: Ademir Schmidt

Direção: Fernando Ochôa

Coordenação e Produção: Hebe Cardoso

Cantores:

Dejeane Arrué e Graziela Pires | 50 Tons de Pretas

Gabriel Danette, Roberta Chaves e Wesley Albernaz | Tridecanto

Diego Ignácio e Wesley Sales | Além dos Muros

Engenheiro de som: Thomas Dreher

Designer de luz: Fernando Ochôa

Imagens: Siderlei Ditadi | Elson Sempé

Arte gráfica: Bruna Quadros

  • Data : 13-09-2023
  • Local : Teatro Feevale

Eventos Relacionados

Eventos Saúde e Bem Estar
Espaço Conecta (Rua Borges do Canto, 122 - Hamburgo Velho - NH)

Constelação Familiar em Grupo – Michele Henz

Eventos Negócios
Sindilojas Novo Hamburgo (Rua Canela, 297 - Bairro Ouro Branco)

Café.com – Acelerando o Futuro

Eventos
Cultura Eventos
Inovação Negócios
Evento Online

VemCER – Palestra Online

VemCER (Conhecimento, Experiência, Reinvenção)   Todo o dinheiro

Iniciar conversa
1
💬 Precisa de ajuda?
Vamos conversar no whatsapp!